O Comércio na Igreja (cantina, livraria, bazar e afins)

A paz, amados. Que o SENHOR venha abrir nossos olhos dia após dia afim de chegarmos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo. (Ef 4:13)

Uma das coisas que se tem de mais comum dentro de uma congregação/templo, é o comércio. Seja este na forma de cantina, seja de livraria ou seja na forma de venda de cosméticos, a pratica do comércio na igreja é comum sem ser analisada ou revisada seus conceitos. Porém, há uma advertência quanto a isto. Vejamos:

Mateus 21:12-13 “Tendo Jesus entrado no templo, expulsou todos os que ali vendiam e compravam; também derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.

E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a transformais em covil de salteadores.”

Em João 2:16 é explícito “e disse (Jesus) aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio.”

A oposição de Jesus não era o fato de estarem vendendo animais para sacrifícios como muitos defendem, antes, por estarem vendendo. Não façais da casa de meu PAI casa de negócio é o motivo que levou o SENHOR a repreender todo aquele povo, o fato de estarem vendendo os animais era só mais um atributo para a repreensão e não o motivo isolado da história.

os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar, porque a minha casa será chamada Casa de Oração para todos os povos. Isaías 56:7b

Amados, a casa do SENHOR DEUS não deve ser para outra coisa que não seja oração. Na casa do SENHOR só se deve cultuá-LO. Não é agradável aos olhos do PAI, que os filhos entrem em sua casa/presença e ao invés de adorá-lo/orarem/cultuá-LO, façam negócios. Isso é desprezado e repreendido pelo SENHOR JUSTO e FIEL. Isso é roubo perante os Seus olhos. Porque estão roubando o rebanho da presença do PAI para levá-los a presença do “negócio”. Por este motivo, Jesus chamou de “covil de salteadores”. Olha como é grave o simples comércio dentro do templo. Deus atribui tal prática como um pecado também e como todo pecado, passível de arrependimento da igreja.

Agora analisemos outro ponto, o ponto de vista físico.

Por diversas vezes, um morador de rua entrou na igreja onde congregava. E por diversas vezes ele saiu de lá faminto. Por que? Porque é a igreja, muitas vezes, somente mais um lugar economicamente capitalista; quem não tiver capital não tem lanche. Eu mesmo, já passei vontade diante da cantina da igreja. Eu tinha um trabalho onde ganhava muito pouco e ajudava em casa, era solteiro, porém tinha esse compromisso e não sobrava dinheiro para comer na cantina. No final do culto, todos se reuniam lá, inclusive eu que respondia “To legal. Vou jantar daqui a pouco.” Mas é claro que tinha vontade de comer lá, porém, era melhor evitar o desejo. Qual a solução? Comprar fiado pra pagar depois? E a bíblia? Ela diz em Romanos 13:8: A ninguém fiqueis devendo coisa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros; pois quem ama o próximo tem cumprido a lei.”

Amados, se quiserem ter cantina na igreja, que esta seja então para alimentar os pobres e promover a comunhão entre os irmãos (Mt 25:35 e Sl 133:1). Se quiserem uma livraria/bazar, que seja para vestir a quem estiver nu. (Mt 25:36) Não usemos de base econômica para a congregação esse tipo de prática. Peguemos então o exemplo do rei Davi. Davi não era o homem segundo o coração de Deus somente pelo fato de cantar e tocar sua harpa ao SENHOR; ele era assim chamado por conhecer os conceitos que residem no coração do PAI, como por exemplo: para edificar o templo, Davi deu o que tinha do seu particular e chamou a congregação para darem ouro, prata e demais necessidades voluntariamente (1 Cr 29:5) e o resultado foi um povo motivado pelo próprio SENHOR de nossas vidas a darem em abundância e no fim, todos louvaram ao SENHOR Deus com grande alegria. Esse é o exemplo bíblico a ser seguido.

Vejo como um grande erro, congregações em que apelam por festas para conseguirem a verba necessária para comprar o que precisa para o prédio ou até mesmo pagar as contas. A igreja é do SENHOR, ELE é o administrador/dono de tudo e não nós. ELE é quem sabe o que precisa e o que não precisa na congregação. Fazer a festa da pizza, festa junina – que é idolatra, festa dos anos 60 é simplesmente cometer o erro que é fazer do nosso braço a nossa força e não a mão do SENHOR (Jr 17:5). Fazendo isso, estamos deixando de confiar no SENHOR. Ora, confiar é entrega. Se praticamos tais coisas para garantir o sustento que pregamos/acreditamos vir do SENHOR, é desempregá-LO de tal cargo para atribuir tal confiança no homem, confiando que ele comprará a pizza da festa e deste ato termos o dinheiro necessário para tal propósito. Isso é “homem confiar em homem”. E isso é maldição para a igreja (Jr 17:5).

Bendito o homem que confia no SENHOR e cuja esperança é o SENHOR. Jr 17:7

A bíblia diz também, amados, que não devemos pedir a ninguém, antes, devemos dar a qualquer um (Rm 13:8 e Mt 5:42). Quando fazemos essas festas, vendendo marmitex para os membros e também para a comunidade, a igreja de Cristo que deveria dar, está pedindo esmolas. Estamos humilhando e rebaixando a igreja e dessa forma, o testemunho do poder de Cristo. Isso é muito grave, amados. Não vamos ler Mateus 6:25-34 e jogá-lo fora depois. Não preguemos que Jesus supre, cura, liberta e salva se depois vamos procurar jeitinhos brasileiro para resolvermos estas coisas nas nossas vidas. Sejamos sensatos e coerentes com a nossa palavra que diz somos chamados filhos de Deus e pregamos o seu evangelho.

Muitos pastores tomam essa atitude não porque são falsos mestres e etc, é por medo. Insegurança. “Mas irmão, se eu pedir pra igreja doar R$ X,00 para mandarmos almas para um retiro que é de Deus e transformará a vida deles pra sempre sem ter um atrativo para os membros, eles não doaram. Então usamos dessa estratégia para que eles abençoe e abençoando são abençoados.” Engano. Eles não estão abençoando, eles estão comprando. E a palavra do SENHOR não diz nada em ser abençoado comprando. Eles não estão ajudando a ganhar almas, estão comprando o produto vendido, tanto que se houver qualquer sorte de problema com o produto, reclamarão, pedirão o dinheiro de volta e etc. E um conceito quero deixar: Se convocardes a congregação para colaborar voluntariamente e ninguém contribuir, na verdade a congregação não se converteu ainda. Ela pode até ser convertida às promessas, mas não ao SENHOR destas promessas.

Precisamos nos arrependermos dessa mediocridade que nos cerca e vivermos a verdade do evangelho do Reino de Deus. Vivemos isso por vivermos numa nação de regime econômico capitalista. Pensamos dessa forma. Se nosso regime fosse comunista, faríamos estratégias comunistas e por aí vai. Mas amados, a igreja não vive o regime da Terra, ela tem de viver o regime do Céu. Se formos iguais a sociedade na qual nos encontramos, não faremos a diferença que devemos e pregamos fazer, pois pensamos e agimos iguais a ela, sem diferencial algum. Portanto, deixemos de estratégias capitalista, comunistas, socialistas, anarquistas, fascistas ou seja ela qual for, e nos enchamos dos conceitos do SENHOR através da Sua palavra e das revelações do Espírito Santo, para que não venhamos a resvalar nossos pés em conceitos humanos fazendo dos nossos braços a nossa força aparatando assim o nosso coração do SENHOR e perdendo a nossa salvação. Amém, amados?

Venha o Teu governo, SENHOR!

About these ads

24 Respostas to “O Comércio na Igreja (cantina, livraria, bazar e afins)”

  1. Sem polêmica não é o Digão!!rs..

    Mto bom o artigo e concordo com vc!
    Nós como igreja precisamos aprender mais a depender somente da provisão de Deus.
    Muitas vezes é errando q se aprende né irmão?!!?rs.Que a igreja perceba esse erro e venha se arrepender!!

    Deus Abençoe!

  2. muito interessante,gostei muito dessa leitura

  3. desejo mais contatos

  4. Boa tarde , Gracas a Deus tem pessoas que estão na mesma visão da palavra de Deus , continue recebendo a revelacao da palavra ,
    Abracos em criso

  5. Correcão da palavra..Abracos em Cristo.

  6. egidio jose costa Says:

    Bom estudo, mas o que JESUS defendeu na porta do templo, não foi o comércio em sí, mas a conduta dos religiosos, que compravam os animais e os revendiam para o holocausto, muitos dele pobres, que economizavam para comprar os animais e eram vendidos com ágio.
    O fato de vender na cantina, livros, dvd, cd ou qualquer outro artigo, não faz da igreja um lugar de comércio, ou um pecado, ou uma irreverência a DEUS e a Sua Igreja, podemos não fazer nada disso, e sermos irreverentes, religiosos, farisáicos, profanos, mesmo não cometendo tal ato…
    È muito mais do que vender ou deixar de vender! A Biblia fala que o homem fala do que está cheio o seu coração, age de acordo com ele, então se o seu coração está cheio de maus intentos, tudo que te cerca será assim.
    Na igreja onde congrego não tem cantina, não se vende nenhum objeto dentro ou fora do templo, mas a conduta, os pensamentos???
    Não compram nada na igreja, não abençoam a casa de DEUS, mas compram nas mãos dos ímpios, compram cd, dvd piratas, não comem na igreja comidas feitas pelos irmãos, mas comem nas quermesses, na bancas das baianas….
    VAmos deixar de sermos hipocritas!!!!
    Fiquem na paz do SENHOR JESUS ( o único que conhece os nossos intentos)

    • A paz irmão.
      Um erro não cobre o outro. Não é pelo fato de que irmãos vão à quermesses que deixará de ser pecado alguma transgressão da Palavra do Eterno. Yeshua condenou SIM a conduta do povo, e a conduta era “DE FAZEREM COMÉRCIO NO TEMPLO”. Não há respaldo bíblico para acreditar noutra sorte e os CDs e DVDs e Livros das cantinas, são o mesmo que Animais para holoscausto e sacrifício, antes se fazia sacrifício, hoje somente precisamos adorá-LO com canticos e etc…
      Não é porque pecam comprando DVDs piratas que deixará de ser pecado xingar, por exemplo. Como eu disse, um erro não cobre o outro.
      E quanto ao fato de não abençoarem a Igreja local comprando na cantina e livraria desta, a palavra mostra que é a igreja quem deve abençoar a comunidade e não a comunidade abençoar a igreja. A Igreja não deve mendigar, mas sim, prover o sustento dos necessitados da comunidade (vide Deuteronômio 14).

      Que YHWH te abençõe, irmão.

      Paz…

      • Egidio José Costa Says:

        A questão irmãos não o fato da igreja se tornar comércio, pois a Igreja é o corpo de Cristo, e o corpo de Cristo somos nós, a Igreja sou eu e você, o templo é somente um espaço onde nos reunimos para a liturgia do culto, comungar com os nossos irmãos, aprendermos da Palavra de Deus…
        Então se este for o caso, não devemos tambem tocar instrumentos no Templo, não devemos conversar assuntos que não diz respeito ao templo,…
        Acredito que devemos deixar de ser legalistas, farisaicos e religiosos, pois JESUS veio justamente condenar a exterioridade das coisas, o lado externo da religião, o que ELE veio nos ensinar é para que tenhamos um coração ligado á ELE,
        Não fpi isso o que ELE ensinous a aquela mulher no tanque?
        Eis que o PAi procura, “pessoas” que o adorem em espirito e em verdade, não procura adoração externa, não procura local, templo, e sim pessoas que sim, sim O adorem no “espírito” e não nos templos!
        Graça e paz!

      • Egidio, a paz.
        Concordo e discordo de você em partes.
        Tocar instrumentos faz parte da adoração ao Eterno, vender coisas, não.
        O Pai procura por quem o adore em ESPÍRITO (interior) e VERDADE (exterior). Elohim se preocupa com a forma que O adoramos, se não, não existiriam mandamentos e doutrinas.
        Concordo com você, o templo não é nada em si mesmo, por isso eu defendo que se fores fazer um grupo de adoração em sua casa, não venda, por exemplo, cosméticos durante as reuniões, pois daí já saistes do propósito, compreende a minha visão? O fato do erro não é as 4 paredes físicas do templo, mas sim, o desvio de foco e propósito que se dá.

        No amo de YHWH

      • Egidio Jose Costa Says:

        Como se aprende em Teologia: “Um texto fora do contexto gera um pretexto”…O fato é que Jesus condenou o que se estava fazendo fora do templo, a venda das ofertas para o sacrificio, não era o fato de se vender algo internamente ou externamente, e sim a exploração da fé daquele israelitas que saiam de muito longe para anualmente oferecer suas libações.Muitos deixavam para comprar lá na porta do templo, o que era errado segundo a lei, era para tirar do seu proprio rebanho, nocaso segundo a condição financeira de cada um.
        Por isso se ofereciam de qualquer maneira , o que tipologicamene seria o sacrificio perfeito do cordeiro…
        Essa sim é a questão do texto, amado!!!
        Primeiro porque o SENHOR não habita nos templos feito por mãos de homens, e ELE (JESUS o proprio DEUS) alude isso aos judeus que idolatravam o templo, portanto amados, devemos de ser religiosos, é claro que não vamos transformar o templo em uma feira de neócios, mas não vejo nada de mais em ter uma cantina, que é um bom lugar para se ter uma comunhão, não vejo porque não se fazer eventos dentro dela, e melhor ainda, tem um “irmãos” que não vêem a hora do culto terminar para sair correndo dela….
        Graça e paz!!!

  7. Parabens, pela colocação do texto. Estou feliz por ter encontrado alguem com as mesmas concepções de entendimento e fé. abraços.

  8. Paz Sr.,

    Irmão que Deus sempre lhe de a sabedoria que provém dos céus por que isso que relataste aqui é verdade, pois esta escrito nas escrituras. E aí daquele que fazer isso. Que o Sr. lhe guarde e lhe abençoe abundantemente a sua vida espiritual.

    Fica na graça do Sr. Jesus Cristo e que o Espirito Santo permaneça em vós.
    Um forte abraço de seu irmão em Cristo.João

  9. A PAZ DO SENHOR AMADOS GOSTEI MUITO DA LEITURA E CONCORDO COM O QUE LI PEÇO QUE SE TIVER ALGO MAIS SOBRE ESTE ESTUDO POR FAVOR ME MANDE

  10. a paz irmao . deus nao é de confuçao aqueles que sao de deus ouvem a vos de deus ,é simples ta escrito nao fassais da casa de meu pai casa de negocio.ele nao escreve vendao nas igrejas para elas sobreviverem ,mas deixou um ensino de dizimo e oferta e confiança em deus .é irmao continue deixando o espirito te usar .a paz

  11. Paz irmãos ,estou de acordo com texto Deus abencoe =D

  12. Oi a paz do senhor, eu queria tirar uma duvida a respeito da cantina, vender lanche para arrecadar fundos para os jovens fazer passeios congresso, vigília, retiros espirituais etc.. sem fins lucrativos mas é para a aproximação deles com Deus. Isso também é errado? Gostaria que me mande a resposta por favor par Email carina_reisyy@hotmail.com Obrigado

  13. Já fui como voce que escreveu esse artigo: um ignorante com relação à interpretação biblica e ao contexto histórico das passagens. Sua intenção me pareceu boa, mas voce está errado, infelizmente!

    • Givaldo, a paz.
      Por que estou errado? Você não apontou o equívoco e nem me mostrou a verdade para que andemos na luz. É necessário trazer soluções, se não fica a sua a palavra contra a de Fulano que está contra a de Ciclano e por aí vai. Mas agradeço sua participação.
      Fico no aguardo do seu apontamento.

      Paz…

    • Egidio José Costa Says:

      Parabéns Givaldo, pois somo poucos que são desprovidos da inflluencia de uma liturgia religiosa e farisaica, o povo de hoje não entende que DEUS agiu desta maneira na pessoa de JESUS, para acabar com o farisaismo tradicional, externo daqueles dias e que infelismente é apregoado na igreja do Seculo XXI, que não insiste em mudar, reformular e intepretar os fatos.
      No texto de João 2:13-22 , o tempo da PAscoa estava proximo e JESUS junto com os discipulos ia subindo a Jerusalem para participar desta festa, esta é primeira das pascoas citada no evangelho e ocasião propria para a inauguração publica do seu ministerio.JESUS visita o templo e encontra na coret dos gentios, um mercado estabelecido para a venda de animais (ofertas) a serem oferecidas em sacrificios (14) Lá os cambistas “trocam” moedas romanas por judaicas. JESUS se sente indignado ao máximo por tal profanação.Tomando um azorague de vimes entrelaçados, expulsa-os do templo (15).A ira do Cordeiro é uma realidade!
      Pela ordem de JESUS, bois, carneiros são expulsos, dinheiro dos cambistas é espalhado pelo chão, pombos são retirados (vrs. 16).
      Não podemos deixar de reconhecer os seus reais propositos. O ato é messianico em sentido ( conforme Malaquias 3:1).O SENHOR vem inesperadamente ao seu templo, o seu julgamento começa na casa de Deus, seu zelo é messianico em cráter, ELE protesta com a falta de reverencia e espiritualidade no culto do templo.Seu ato é uma purificação messianica de “todo o sistema sacrificial”, ato este que tem a sanção do zelo profético “Lembraram-se os seus discipulos de que está escrito: o zelo da tua casa me consumirá ” (versiculo 17), na palavra “consumirá” que dizer que tal ato é um sinal, depende do sacrifício do seu corpo.
      Espero que vocês leiam e meditem, e partcipem das Escola Domenical de suas Igrejas e façam curso de Teologia, Homiletica Hermeneutica, para não serem mais engados e ficarem, equivocados.
      Procurem aprender grego, hebraico, “O meu povo perece por falta de conhecimento”, assim Diz o Nosso SENHOR!
      Shalom
      Egidio

  14. Palavra Urgente Says:

    A paz do Senhor Jesus.

    Ultimamente ando revendo todos os meus conceitos bíblicos. Ví que tem coisas que parecem normais e não são. Comecei a fazer uma faxina nas minhas gavetas (aconselho a você fazer o mesmo) e descobri muita sujeira.

    No caso do comércio na igreja, que era algo que eu repudiava no início de minha caminha, hoje parece ser aceito pelo Senhor. Isso é inversão de valores.

    Amados, é tempo de mudanças. Vamos sacudir a poeira do pecado para que sejamos aprovados naquele GRANDE DIA.

    Paz a todos

  15. Parabéns pelo artigo.
    Infelizmente ainda existem muitas pessoas influenciadas pela mídia consumista, não notam que estão sendo manipuladas pelo sistema, que como sabemos, jaz no maligno.
    Não existe comunhão onde há separação.
    Em uma reunião pessoas estão unidas, fraternas, espirituais e amorosas, mas quando acaba o culto são separadas pela condição financeira, pois o que não pode comprar tem que ir embora e só ficam os que podem consumir.
    “Não tendes porventura casas para comer e para beber? Ou desprezais a igreja de Deus, e envergonhais os que nada têm? Que vos direi? Louvar-vos-ei? Nisto não vos louvo.”
    (1 Coríntios 11:22)
    Há casos de pessoas que foram embora para suas casas com fome, enquanto outros se refestelavam com os quitutes e guloseimas vendidas na cantina.
    Nossas atitudes sempre tem repercussão e quanto ao grande número de crianças que ficaram marcadas pela indiferença que as pessoas demonstraram para com elas, por essas e outras atitudes impensadas que acabam gerando acepção de pessoas.
    “Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas.” (Tiago 2:1)
    Existem em alguns lugares pessoas que se comprometeram a ajudar e financiar o lanche dos menos favorecidos, mas, muitas vezes não passa de boas intenções e quando acontece gera constrangimento para quem está sendo “ajudado.”
    Mas, temos que ter paciência com aqueles que ainda não alcançaram essa visão, essas coisas não se entendem de uma hora para outra, pois a população é bombardeada desde a infância pela mídia consumista.
    “Ninguém deita remendo de pano novo em roupa velha; doutra sorte o mesmo remendo novo rompe o velho, e a rotura fica maior.
    E ninguém deita vinho novo em odres velhos; doutra sorte, o vinho novo rompe os odres e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; o vinho novo deve ser deitado em odres novos.”
    (Marcos 2:21-22)
    Muitas vezes o Senhor Jesus falava por parábolas pois muitos não estavam prontos para entender a profundidade de tudo o que estava sendo dito.

    Deus abençoe a todos.

  16. QUANTO CUSTA PRA ENTRAR EM UMA REUNIÃO DA IGREJA?
    JÁ ESTÁ COBRANDO A ENTRADA NO TEMPLO!! PURO COMÉRCIO!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: